As gestantes não foram incluídas nos estudos da vacina ainda, então todos os dados sobre a eficácia e a segurança das mulheres foram obtidos de casos em que as mulheres receberam a vacina não sabendo que estavam gestantes, e dados apontaram que os eventos adversos não foram diferentes daqueles que ocorrem quando mulheres não grávidas tomam a vacina.

As taxas de aborto e partos pré-maturos também não foram aumentadas nas grávidas vacinadas, mas ainda assim precisamos de estudos mais completos voltados diretamente à esse grupo.

Dra. Elis Nogueira
CRM 98344
RQE 57179

Entre em contato e agende uma consulta.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *